Prefiro ser feliz a ter razão.
É uma frase antiga. Batida. Recorrente.
Reapareceu na camiseta de uma moça dia desses.
Fez-me pensar mais uma vez nas intempéries de humor que nos acometem diante de situações simples, por vezes banais.
Quem me conhece sabe do meu temperamento. Eu (quase) sempre preferi a primeira opção (ser feliz). Pra brigar comigo tem que querer muito. Mas não sou perfeito. Falta um punhado para isso.
A verdade é que lutamos para impor uma opinião que dali a alguns segundos pode mudar. Tudo bem, pode não mudar. Ou pode mudar dali a uma semana, um ano, uma vida. Não interessa. A questão é que vida é muito curta.
Você pode estar sempre certo. Pode ganhar todas as discussões, impor seu ponto de vista, vencer as batalhas das subjetividades e a guerra da razão.
Talvez, no final, descubra que ser feliz pode demorar mais do que uma vida…

Similar Posts

Leave a reply

required*